Páginas

quarta-feira, 20 de junho de 2012



E nas danças populares eu sinto toda a força que acredito que a vida possui. Alegria, cor, beleza. Me encanta a música da rabeca, do pife, a dança dos homens e mulheres com a pele marcada de sol. Adoro quando posso partilhar de uma roda de coco ou de uma ciranda, com pessoas que ali estão  para celebrar, para trocar com o outro; trocar olhares, sorrisos, energia. Voltar o olhar para estes saberes e para as delicias das tradições brasileiras, sejam elas de que parte for, me trazem a sensação de pertencimento, de identidade. 

Nenhum comentário: